O Raspberry Pi dispensa apresentações, mas basicamente é um mini computador com arquitetura ARM, composto por um hardware que integra tudo em um única placa, que à depender das suas versões, possui conexão de Audio, HDMI, USB, SD, Ethernet, GPIO, dentre outras.

De tamanho diminuto, comparável ao tamanho de um cartão de crédito, ou até mesmo menor, na versão Raspberry Pi Zero/W.

Diversos são os sistemas operacionais disponíveis para o Raspberry Pi, tais como o Ubuntu, OSMC, Mozilla WebThings, RISC OS e o agora oficial Raspberry Pi OS.

O Raspberry Pi OS é a versão oficial do sistema operacional do Raspberry Pi, sendo até o momento, compatível apenas com 32bits, mas é claro, por pouco tempo, visto que esforços estão sendo aplicados, para compatibiliza-lo com 64bits, o que irá possibilitar um maior aproveitamento da memória RAM (endereçamento acima de 3 GB), importante principalmente para a nova Raspberry Pi 4, que recentemente recebeu uma atualização, que em uma de suas versões que passa à vir equipada com 8GB de RAM.

Acessando o site da https://www.raspberrypi.org, é possível baixar na seção Downloads, a última versão do Raspberry Pi OS, o qual anteriormente era conhecido por Raspbian e que estava em sua versão Buster.

Criando o cartão SD

O Etcher, é um softwate OpenSource, multiplataforma (macOS, Linux e Windows), que permite efetuar a gravação de imagens em cartões SD e Drives USB de forma bastante rápida, simples e intuitiva.

Após baixar e executar o Etcher, bastará selecionar a imagem anteriormente baixada do site da Raspberry Pi. Não é preciso descompactar a imagem e inclusive é possível apenas informar uma URL para a imagem.

Uma vez que a gravação da imagem estiver concluída, é possível partir para a instalação.

Alternativa ao Etcher

Uma alternativo ao Etcher, é que é possível de ser executada via linha de comando, seja no macOS ou Linux, é através do comando dd.

Se quiser saber mais, sobre como instalar desta forma, poderá ler o artigo Criando cartão SD com Raspbian no Mac OS X.