O processo de instalação do Raspberry Pi OS é bastante simples.

Uma vez que você tenha gravado o cartão SD com o instalador, você deverá inseri-lo na Raspberry, conectar um teclado e mouse às entradas USB, bem como um display (monitor) à entrada HDMI e por fim, bastará ligar a alimentação à entrada Micro USB ou USB-C (dependendo do modelo da sua Raspberry Pi) e pronto.

Neste momento, a Raspberry Pi irá ligar automaticamente e o boot ocorrerá à partir do cartão SD.

Mas e se você desejar instalar o Raspberry Pi OS em sua Raspberry, sem precisar de um teclado, mouse ou até mesmo um display?

Instalar Raspberry Pi OS sem teclado, mouse e monitor

Para efetuar a instalação do Raspberry Pi OS sem a necessidade de um teclado, mouse e monitor, você deverá seguir alguns pequenos passos.

Logo após a gravação do instalador, antes de remover o cartão SD do seu computador, siga com os passos abaixo, de acordo com a sua realidade.

Após concluídos os passos abaixo, remova o cartão SD do computador, insira-o na Raspberry e conecte o cabo de energia. Se sua Raspberry não possuir conexão WiFi, também será necessário conectar um cabo de rede.

Habilitando o acesso Remoto via SSH

Para efetuar o acesso e a instalação de forma remota, você deverá habilitar o acesso via SSH, que por padrão esta inativo.

Logo após a gravação da imagem no cartão SD, sem remove-lo do computador, basta acessar a unidade do cartão SD, que possuirá o nome “boot” e então, você deverá criar em sua raiz, um arquivo de nome “SSH“, sem extensão, sem conteúdo.

Para fazer isto no Terminal do macOS, por exemplo, basta acessar o volume:

cd /Volumes/boot

E criar o arquivo:

touch SSH

Configuração do WiFi

Para que sua Raspberry Pi conecte-se automaticamente à uma rede WiFi no primeiro boot, você precisará informar as credenciais de acesso em um arquivo apropriado.

Após a gravação da imagem no cartão SD, sem remove-lo do computador, bastará acessar a unidade do cartão SD, que possuirá o nome “boot” e então, deverá criar em sua raiz, um arquivo de nome “wpa_supplicant.conf“.

Uma vez que tenha criado o arquivo wpa_supplicant.conf, abra-o para edição em seu editor de preferência e insira o conteúdo abaixo no mesmo, alterando os pontos adequados.

ctrl_interface=DIR=/var/run/wpa_supplicant GROUP=netdev
update_config=1
country=<Insira aqui as duas letras correspondentes ao código ISO 3166-1 do seu país>

network={
  ssid="<Insira aqui o Nome da sua rede Wireless>"
  psk="<Insira aqui a Senha da sua rede Wireless>"
}

Para saber o código do seu país, você poderá consultar a ISO 3166-1.

Para o Brasil, basta preencher com BR.

Conectando-se à Raspberry Pi via SSH

Uma vez que sua Raspberry Pi tenha sido ligada, em no máximo 1 minuto, já será possível conectar-se à mesma via SSH.

Por padrão, o Raspberry Pi OS define o nome da sua Raspberry Pi em sua rede local, com o nome raspberrypi.local.

Isto significa que, você poderá disparar um ping contra sua Raspberry, utilizando o endereço raspberrypi.local, como por exemplo:

ping raspberrypi.local

Para conectar-se via SSH, você deverá utilizar o usuário: pi e a senha: raspberry

Se você estiver no Linux ou macOS, acesse o terminal e execute:

ssh raspberrypi.local -l pi

Se você estiver no Windows, poderá utilizar o Putty.